Amor, eu quero amá-la!

Cheguei em casa, todo romântico, cheio de amor
pra dar, entrei no quarto bem devagarzinho, e
cochichei baixinho no ouvido de minha mulher:

-Querida, eu quero amá-la.
a minha mulher, que estava cochilando,com a
voz embolada, responde:

-Sua irmã pediu a mala emprestada. use a mochila
que está no maleiro do quarto de visitas.

– Não é isso querida, hoje vou amar-te.

-Por mim, você pode ir a marte, a júpiter, a saturno
e até à puta que pariu, desde que me deixe dormir
em paz.

Veja também…

Aprendendo a resumir

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: